Portal dos Deuses no Peru

Compartilhe!

Na região de Hayu Marca, próximo ao lago Titicaca no Peru existe uma enorme forma esculpida em uma montanha, o população do local chama de Portal dos Deuses. O local ainda não foi totalmente explorada devido ao seu terreno muito acidentado.
Alguns acreditam que essa era uma maquina de teletransporte usada por antigos extraterrestres quando eles foram embora da Terra. Uma lenda local diz que grandes heróis atravessaram o portal para levar à uma gloriosa imortalidade. 

Portal dos Deuses no Peru

Pessoas que colocaram a mão no buraco na parte inferior perto da base do portal tinham visões de estrelas, colunas de fogo e ouviam uma estranha música. Há uma profecia que diz que “o portal um dia ainda será aberto quando os Deuses voltarem em suas carruagens de fogo.”

José Luiz Delgado Mamani, um guia turístico local, encontrou por acaso a estrutura enquanto caminhava pelas colinas da região. Ele revelou que quando avistou a enorme estrutura ficou paralisado e por vários anos sonou com o lugar. Em seus sonhos o caminho a té o portal era feito de mármore rosa e estátuas rosadas alinhadas lado a lado ao longo do caminho.

Em seu sonhos o guia também via a porta entreaberta e da porta menor saia uma luz azul, onde parecia um túnel para o interior do portal.

Portal dos Deuses no Peru

Uma outra lenda é que conquistadores espanhóis chegaram ouro e pedras preciosas de várias tribos incas. Um sacerdote inca do templo dos raios fugiu de seu tempo com um disco de ouro conhecido como “Chave do templo dos sete raios” e se escondeu nas montanhas de Hayu Marca.

 Ironicamente esse portal mede 7 metros de altura por 7 metros de largura.

Finalmente chegou ao portal onde haviam sacerdotes xamã, onde mostrou o disco de ouro. Um ritual foi realizado para que o disco abrisse o portal, de acordo com a lenda, uma luz azul emanou de dentro do portal onde formava um túnel, um sacerdote xamã pegou o disco e passou pelo portal e nunca mais retornou.

Portal dos Deuses no Peru

Portal dos Deuses no Peru

Compartilhe!

Tags:

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *